FEB e a União do Movimento Espírita

Compartilhe:

No ano de 1949 a Federação Espírita Brasileira completou 65 anos de fundação. Na seara do trabalho em comum, nomes como Bezerra de Menezes, Leopoldo Cirne, Guillon Ribeiro, entre outros confrades, estiveram à frente, proporcionando a consolidação da Casa de Ismael e as bases do Espiritismo no país.

No dia 5 de outubro do mesmo ano, no Congresso Espírita Pan-Americano, oportunidade que trouxe diferentes delegações de todo o país para o Rio de Janeiro, foi oficializada, em reunião na FEB, uma ata, documento hoje conhecido como Pacto Áureo.

À época do encontro, o presidente da FEB, Antonio Wantuil de Freitas, trouxe aos presentes a proposta de um acordo nacional, entre a FEB e as Federativas Espíritas, visando unificar o Movimento Espírita, em um processo circular, com igualdade e sem interpretações individuais, tendo como base o pentateuco de Kardec e o Evangelho de Jesus.

O que diz o Pacto Áureo?

A ata apresenta a proposta de fraternidade entre as federações em igualdade. Cada uma tem autonomia em suas decisões, não havendo subordinação.

A participação é voluntária, todas as Instituições vinculadas à FEB e às Federativas Estaduais são livres e detém o poder de decisão quanto à sua adesão ou não.

No texto há a recomendação da prática e exposição da obra Brasil, coração do mundo, pátria do Evangelho (XAVIER, 1938), a criação do Conselho Federativo Nacional – organismo fortalecedor dos laços fraternos entre os espíritas –, fundamentadas nas diretrizes Estudo, Difusão e Prática do Espiritismo.

O que é o Conselho Federativo Nacional?

Como representação do Movimento Espírita brasileiro, o Conselho Federativo Nacional (CFN) exerce funções deliberativas, normativas, orientadoras, coordenadoras e supervisoras.

Tem por objetivo promover a união dos espíritas e das instituições espíritas de nosso país e trabalhar pela unificação do Movimento Espírita, a fim de fortalecer a tarefa de difusão do Espiritismo.

O CFN é composto pelo presidente da FEB, que o preside, e por um representante de uma instituição federativa de cada estado reconhecida pelo CFN. Realiza Reuniões Ordinárias, anuais, no mês de novembro, na sede da FEB, em Brasília.

Desde o ano de 1986, durante o primeiro semestre, promove as reuniões das comissões regionais, que são mais operacionais e realizadas em rodízio entre os estados das regiões Norte, Nordeste, Centro e Sul.

Apoie a FEB

Seja um Sócio Contribuinte da FEB. O apoio mensal é essencial para manter todas as atividades de assistência social, atendimento espiritual, de divulgação, de estudos, unificação e manutenção dos espaços coletivos. Faça parte desta família!

Skip to content